sábado, 15 de março de 2014

Não posso nem mais o sentir,
até isso me negas.
Os por quês de tanto eu bem sei.
Esperava que o teu tentar durasse mais que isso;
pelo menos que se fizesse mais além.
Pelo ver tudo já se desfez,
outra vez.
E essa foi a última vez...

quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Do jeito que ele é...


os olhos dele,
Ah os olhos dele
Fazem com que as estrelas pareçam sem brilho
E seus cachinhos,
Ah seus cachinhos
Li caem perfeitamente,e fazem parecer um anjo
Ele é tão lindo

Eu sei que quando digo que é perfeito, ele não acredita

E é tão perfeito
É triste pensar que ele não vê o que eu vejo
Mas sempre que ele me pergunta se o amo
Eu digo
Ah e como o amo

Quando eu vejo o seu rosto

Não há nada que eu mudaria
Pois ele é único
Do jeito que ele é

E quando ele sorri,

Ah quando ele sorri
O mundo inteiro para e fico olhando por um bom tempo
Pois, rapaz, você é incrível
Do jeito que você é


Os lábios dele, 
Ah os lábios dele
Eu poderia beijá-los o dia todo se o tempo me permitisse
A risada dele, 
Ah risada dele
Ele parece maluco, mas eu acho tão sexy
Ele é tão único
E eu admiro isso cada vez mais todos os dias

Oh ele sabe, 
Ele sabe
Ele sabe que eu jamais pediria para ele mudar
Se a minha felicidade é o que ele busca
Então que continue o mesmo
E nem se preocupe em perguntar se o amo
Ele sabe que eu vou dizer SIM, 
Muitos sims

Por que ele é perfeito com todos os seus defeitos,
E eu o amo do mesmo jeito
Do jeito que ele é...


terça-feira, 8 de janeiro de 2013

Estranho seria...

Estranho seria se eu não me apaixonasse pelo seu jeito,
e se não me encantasse com suas qualidades que insistes em chamar de defeitos....
estranho seria se não me sentisse estranha a seu respeito, 
se não ligasse pra esse sentimento que aflora em meu peito....
estranho seria se não nós reencontrássemos.....
mais estranho ainda se ,depois disso tudo, eu acordasse!

*Estranho seria se eu estivesse me declarando aqui enquanto você lia!

domingo, 18 de julho de 2010

Anjos Negros


Voa sobre as nuvens da decepção
Almas perdidas o seguem pela solidão
Sentimentos dolorosos o afligem
Escorraçado do céu de um bom Deus
Passou para um lado negro da vida
Admirando e venerando os não deuses demoníacos
Assim criando um novo destino
Amigos ele tinha em volta
Agora só lhe resta a derrota
Inimigos o assombram de perto
A espera do descuido
O seu ar é irrespirável
Pois o cheiro de carniça o impregna e o prende por toda parte
Sua pele branca e doente
Necessita de luz
E o sol; rindo, recusa a ele seus raios
E a lua envia; a noite, nuvens que rajem lágrimas de desprezo
Só assim ele vai vendo que suas maldades lhe cobram um preço!





Decepção da Vida


Nós escalamos a grande decepção da vida
E sem uma unica marca sobrevivemos
Mas o remorso nos sufoca até a morte
Somos grandes vítimas do passado
Corpos comoventes que jazem sem paz
Carregados mutuamente e jogados
Do precipício de uma vida indigna
Derrotados pelas almas já não livres
Abandonados pelo seu próprio Deus
Somos amaldiçoados por todos
E em corpos mutilados compartilhamos
Desse mundo corrompido pela desgraça humana!